sorry folks: u forgot tha say 'please'
voltaremos quando vos for mais inconveniente

first time? drop dead.
come back on ur 3rd time around...

teses

cómicos

readings

dee and dum

fanzines

main comix/zines

meet tha crew

about us

lisbon study-o

Do press release da G.Floy Studio que lêmos aqui aqui e aqui.

Com lançamento marcado para o Festival Internacional de BD de Beja, já no próximo Sábado, CIDADES é o primeiro volume de uma colecção de antologias de histórias curtas pelos membros do The Lisbon Studio: sete histórias, oito autores e dois prefácios marcam o início desta série, num volume da melhor banda desenhada que se faz no nosso país!

Seguido de yadda yadda yadda do colectivo e daquela que é "de facto, a casa da BD em Portugal". Isso, e o anúncio da "melhor banda desenhada que se faz no nosso país": não questionamos. Ao contrário, temos por certo. Por isso temos que fazer o benchmarking. Para alguma contextualização nisso das antologias recentes por colectivos que nos chegam pelas airwaves encontramos Françoise Mouly sobre o segundo RESIST!, "the comics anthology" que apareceu em resposta à eleição do Trumpas, uma "one-shot wonder political zine" agora também distribuída com alguma representação por detrás, neste caso com a Diamond como a sua G.Floy, igualmente a sair por estes dias.

"While everywhere else there may be protest fatigue, from our standpoint it seems to be an exciting moment of rebirth for comics as political activity, it feels like a return to the Charlie Hebdo of my youth in May 1968," during the Paris student riots.
in "As female cartoonists respond to Trump era, a political anthology gains momentum" 22 maio 2017

Esperamos descobrir que a melhor bd que se faz no país a sair da sua casa oficial está na frente desse momento de renascimento excitante dos cómicos como actividade política. Esperamos. Bués. Faz isso.


Countryside: bein' outta tha City.

it get's old