first time? drop dead.
come back on ur 3rd time here...

teses

cómicos

readings

dee and dum

fanzines

main comix/zines

meet tha crew

about us

burlesco * burgueses

Em que termos devemos nós conceptualizar estas novas classes médias, as burguesias assalariadas? São claramente burguesas pelo seu estilo de vida ou de consumo, ou (se assim se quiser) pelo facto de se apropriarem da mais-valia. Não são burguesas, e estão muito longe disso, do ponto de vista do capital de que dispõem ou dos direitos de propriedade. O que equivale dizer que têm muito menos possibilidades do que a burguesia “clássica” de transformar o lucro em renda e de assim se aristocratizarem. Vivem das vantagens que conseguiram no presente, e não de privilégios herdados do passado. Além disso, não podem traduzir os seus rendimentos presentes (ou lucro) em rendimentos futuros (renda). Ou seja, não podem vir um dia a representar o passado do qual os seus filhos possam viver. Não só vivem no presente, como do mesmo modo terão de o fazer também os seus filhos, e os filhos dos seus filhos. Tal é o desfecho da burguesificação: o fim da possibilidade de aristocratização (o sonho mais caro de qualquer proprietário burguês clássico), a impossibilidade de construção de um passado para o futuro, a condenação de viver no presente.
Wallerstein

fun times on our way tha hell