sorry folks: u forgot tha say 'please'
voltaremos quando vos for mais inconveniente

first time? drop dead.
come back on ur 3rd time here...

teses

cómicos

readings

dee and dum

fanzines

main comix/zines

meet tha crew

about us

in need of mischief

Too-much-drama-na-minha-vida, preciso de escapismo - mundo dos cómicos: hit-me!

Uma novidade no espectro da BD que nos interessa: Free Dub Metal Punk Hardcore Afro Techno Hip Ah Já Me Perdeste.

Mais?

AmadoraBD abre hoje, podia dar lá um salto com os teens. Kiddin'.

Nesta a expo "Ano Editorial 2014-2015" promete, parece que nos dizem mais uma vez que este foi um bom ano para os cómicos e porquê. Se os entendermos no vácuo, talvez. Se os entendemos num contexto mais, diguemos, social por exemplo, e de como estes se relacionam com, hipoteticamente falando claro, a realidade que nos implica, então receio que possamos novamente estar a ser demasiado benevolentes nas conclusões e pessoalmente continuamos imunes ao entusiasmo. Mas divago, falávamos de escapismo, não? Então os cómicos recomendam-se e este foi provavelmente um bom ano com certeza *.

* Honestamente não o saberia dizer: já pouco nos revemos nessas merdas.

Mas a propósito de realidades sociais:

"Cavaco Silva inaugura em Portugal uma prática que já tinha péssimos precedentes na Europa: a de que se fazem todas as eleições precisas até que o resultado seja satisfatório. Ou seja, até que ganhem aqueles que se consideram os detentores naturais do poder, até que o PSD-CDS ganhe com maioria absoluta.
Pacheco in Público (é-me delicioso citá-lo por estes dias!)

Sabem o que pensamos de eleições. O Anibal também não o esconde. Nada de novo under tha sun, mas hey, hit me with that red scare too!

adenda