sorry folks: u forgot tha say 'please'
voltaremos quando vos for mais inconveniente

first time? drop dead.
come back on ur 3rd time around...

anti-teses

old new story

Regressados às edições e iniciado hostilidades no tópico de art comics, deixamos-vos o cruzar de duas peças de hoje/ontem - para voltarmos à conversa lá mais para a frente: há um arsty easter egg na nossa última bd :)

Começamos pelo teenager Ben Williams e o seu self-published "Thomas Leaves", contrastamos com o que imaginamos que será o "Reflexões Sobre a Linguagem da Banda Desenhada" naquele antro geracional em pólo oposto que dá pelo nome de Clube Português de Banda Desenhada. Do primeiro, a expressão que nos despertou a atenção: "more graphic narrative than sequential art".

Text boxes and captions take the place of panels in the sequential flow of the story with often nightmarish imagery interspersed

His comics have an experimental and profoundly alternative sensibility to them. There’s a sense of exploration to these pages; of an enquiring mind refusing to be bound by any perceived boundaries of the form and restructuring its narrative traditions on his own terms.

What Williams achieves here is not so much a subversion of the language of comics as a recontextualisation of it. He toys with our expectations, and in the process redefines the way in which we interact with and interpret events on the page - a fascinating piece of work from a teenaged artist who is unafraid to interrogate the medium and to cast aside easy preconceptions of the standards of the form.
in "Thomas Leaves – Ben Williams Redefines the Way We Interact with the Comics Page with His Bold Abstract Storytelling" 12 fev 2018

Teenagers... Do outro lado do espectro, citamos Geraldes Lino a propósito de "Reflexões Sobre a Linguagem da Banda Desenhada" pelo palestrante António Martinó de Azevedo Coutinho - que "no seu tempo de professor teve grande actividade em prol da BD".

As imagens que serão projectadas pela técnica do power point ilustrarão o aliciante tema, em que serão mostradas imagens do balão de fala, dos signos cinéticos, das onomatopeias, metáforas visualizadas, e outros aspectos da gramática da BD.
in "Palestra no Clube Português de Banda Desenhada sobre a Linguagem da BD" 11 fev 2018

Imagens projectadas "pela técnica do power point." A peculiar escolha de palavras que resume o que julgamos depreender de reflexões possíveis às linguagens de BD exploradas no caso anterior. Entre os dois, voltaremos com o nosso easter egg e sua gramática.

velhos com novas histórias