sorry folks: u forgot tha say 'please'
voltaremos quando vos for mais inconveniente

first time? drop dead.
come back on ur 3rd time around...

teses

cómicos

readings

dee and dum

fanzines

main comix/zines

meet tha crew

about us

I'm going, going, gone! - sort of

Vamos aproveitar o embalo de Domingos Isabelinho, que quebrou um silêncio de 50 dias para fazer um breve ponto de situação no seu projecto auto-proposto - que então registámos aqui e poucos dias antes do TCJ seguir-nos na deixa: aquilo das coincidências? Sério? Sobre o totalmente não-relacionado mas bastante profético título "Beware of the Blob" 25 maio 2017:

After years (decades?) of complaining endlessly (and not entirely baselessly) about the embarrassing childishness of most comics canons, the always intriguing, always frustrating comics critic Domingos Isabelinho plans to write about his 25 favorite comics.
in "Beware of the Blob" 25 maio 2017

Um exercício com algumas pontes ao nosso, mas onde ele se propõe a olhar para o passado, nós apontamos ao futuro. Diz-nos DI no seu "I'm Back - Sort of..." 11 jul 2017

So, almost 50 days have passed...
Below I'll tell you: 1) what should have happened and 2) what really happened during that time.
in "I'm Back - Sort of..." 11 jul 2017

E terão que ler no seu blog. Regressando aOS POSITIVOS, onde fazemos das suas nossas palavras. "So, almost 50 days have passed..." Desde que nos propusemos ao nosso projecto passou-se já quase um ano: tempo passa a voar when we're havin' fun! Segue-se o nosso ponto de situação, a poucos dias de desaparecermos do mapa.

Below I'll tell you: 1) what should have happened and 2) what really happened during that time: 1) I should have layed down a list of my 25 favorite comics and, 2) I layed down a first draft of my list, but couldn't stop at 25 and, so, now I have 30 items listed.
in "I'm Back - Sort of..." 11 jul 2017

Traduzido: um mesmo impasse nos atrapalha as teses. Devíamos ter fechado a bibliografia base e delineado a teoria em traços gerais, mas tendo findado demasiado depressa uma primeira conclusão não quisemos parar por aí, e o escopo do projecto cresceu muito além das nossas premissas iniciais.

Now, what, then?... For starters, I still haven't closed my list. I find it an impossible task and I'm more and more convinced that, to do it properly, it's a full time job.
in "I'm Back - Sort of..." 11 jul 2017

For starters, não conseguimos fechar o âmbito das nossas teses: é uma tarefa impossível quando para discutirmos os comics no digital online pela sua relação aos media temos primeiro que definir estes últimos, e poderão ter reparado que esses estão a atravessar a sua crise existencial mais aguda de sempre. É um full-time job conseguir acompanhar as intersecções desta indústria com as novas tecnologias, cruzar essas implicações aos bonequinhos sequenciais não parece estar ao virar da página - se a expressão sequer tiver sentido à data.

That's it, I guess, but I have a PS: I'm reading ---

…um porradão de leituras que acumulámos para o verão, à falta de surpresas, e um calhamaço que nada tem a ver para limpar ideias – temos um certo gosto em rever certos períodos históricos da humanidade…- mas logo no prefácio encontramos paralelos ao presente. Impossível escapar, tudo está ligado, coincidências, vê se as descobres:

Estamos gratos por ter assinalado, como convinha, os laços com o passado sem esquecer o valor da renovação.

Assim se percebe melhor a importância do progresso material e técnico que o século XVI europeu conheceu e pode apreciar-se com maior justiça o surpreendente desenvolvimento da navegação, a multiplicação dos grandes descobrimentos planetários que alargaram de forma quase brutal o limitado horizonte dos contemporâneos, o aparecimento da imprensa que vem responder precisamente a um profundo apelo da curiosidade dos homens, os progressos, enfim, da civilização urbana com o desenvolvimento das técnicas que teriam um grande futuro, como a da banca. Por outro lado, o aperfeiçoamento do armamento obriga a modificar constantemente as tácticas e as estratégias, e os rápidos progressos na utilização do canhão forçam a invenção de novas e eficazes muralhas e de fortificações.
in Jean Delumeau, "A Civilização do Renascimento"

Navegação e descobrimentos planetários? Tech e web. Brutal horizonte alargado? Redes sociais. Imprensa? Imprensa. Progressos. Civilização urbana e o seu futuro, estado policial, vigilância total, o $$$, guerra e até o muro do Trumpas...

Any-ho, não conseguirmos descolar da primeira parte das nossas teses porque keeps on givin’! , mas as ideias estão alinhadas e já por várias vezes vos deixámos algumas pistas de conceitos chave como bitmitização ou autenticidade, entre outros que vos são reconhecíveis como o $$$ ou o punk. E, pelo meio, não descuramos da nossa linha editorial, que não só atravessará as nossas conclusões como define o método: recusamos fontes académicas, obrigamo-nos a usar o que os media populares regurgitam na espuma dos dias. Voltamos assim a Isabelinho:

This is unfortunately a typical reaction among comics critics: they say that comics are a sophisticated art form (sorry for the twisted grammar) and then they prove it pointing at trash.
in "I'm Back - Sort of..." 11 jul 2017

OS POSITIVOS: para a nossa crítica aos cómicos como uma sophisticated art form, não nos cansaremos nunca de prová-lo apontando ao lixo.

AND we'sorry fo nuthin'! Mas… aquele título do TCJ…? Profético. Beware of the Blob.

eulogy for -